ADVERSIDADE

                                                                                    ADVERSIDADE !!!

                                                                  

 

A adversidade não é o desejo supremo de Deus para a sua criação; todavia, há uma clara mensagem de que Deus usa a adversidade.

ELE está no controle, mesmo sob as mais adversas circuntâncias. Erramos ao supor que Deus se ocupa em remover nossa adversidades ou em inverter a situação que nos levou a ela.
Pelo contrário, a Bíblia indica que , ao invés de nos tirar da adversidade, Deus está mais interessado em nos guiar por meio dela, usando-a para efetuar algo bom em nossa vida. ( Isaías 43:2; Romanos 5:3-5; Tiago 1:2-4 ).

Noemí e Rute oferecem um bom exemplo de triunfo sobre a adversidade. As mulheres, naquela época, tinham pouca independência e autonomia. Como resultado, a maioria delas dependia da proteção do pai, da família ou do marido. A falta de algum deles era um convite à adversidade sob muitos disfarces.

A família de Noemi deixou Judá e seguiu para Moabe em busca de alimento. Nessa cidade, Noemi perdeu o marido e, mais tarde, seus dois filhos.
Completamente desprotegida em um país estranho, decidiu voltar à cidade de Belém onde nasceu, por considerá-la mais segura.

A história de Noemi é importante por causa da fidelidade de sua nora , Rute, que poderia ter escolhido ficar em sua terra natal: Moabe, mas preferiu seguir Noemi. Rute não escolheu o sofrimento da viuvez, mas a vulnerabilidade e o possível sofrimento por seguir Noemi de volta a Judá, virando as costas para a segurança e proteção que sua família poderia oferecer-lhe em Moabe.

Deus surge claramente aqui como o protetor dos desprotegidos que depositam Nele a sua fé. A sabedoria feminina de Noemi prefigura o caráter de Jesus como revelado no Novo Testamento, no qual Ele procura os que precisam ser defendidos. Noemi pôde orientar Rute para levá-la até Boaz, seu parente resgatador, que, como marido de Rute, se tornou protetor tanto dela como de Noemi.
Nessa história de fé seriam plantadas as sementes que resultariam, afinal, no nascimento não só no mais importante rei de Israel: Davi, mas também do SENHOR JESUS CRISTO. Este é um dos exemplos mais claros de como o propósito supremo de Deus é executado mediante a adversidade humana.
Num plano completamente diverso, Ester experimentou primeiro a adversidade por ser órfã. Deus , porém, supriu uma educação amorosa para ela por meio de seu primo Mordecai.

Sua absoluta confiança no Deus soberano ajudou-a a colocar todos os seus recursos humanos nas mãos Dele, e como resultado, os Judeus , o povo de Deus, veio a ser preservado.

A adversidade é algo do qual a natureza humana naturalmente se afasta, mas a mensagem mais elevada da Bíblia exorta os crentes a aceitarem cada circunstância enviada ou permitida por Deus , até o ponto de " contar tudo como lucro" na esperança de que os propósitos supremos de Deus sejam cumpridos ( Tiago 1:20 ).
Queridas... há um propósito para tudo , confia plenamente no SENHOR , pois Ele é fiel e justo para cumprir todo o seu propósito e promessas. Deixe Deus trabalhar !

Um forte abraço abençoado !!!